Hallo Leute!

No último post falei sobre a regularidade da conjugação dos verbos em alemão, e sobre como acertar a conjugação e o tempo verbal. Isso já é meio caminho andado para conseguir se comunicar (não leu? Clique aqui). Conjugar em alemão é super fácil, mas faltou eu contar pra vocês sobre a maravilha da regularidade da construção da frase em alemão. Alemão é uma língua “Lego” onde as peças se encaixam de forma coordenada, igual àquelas pecinhas coloridas.

Diferente do português e de grande parte das línguas estrangeiras, em alemão, cada termo na frase tem seu lugar.

Eu não posso ficar mudando a posição do verbo aleatoriamente. Em português não há uma regularidade dos termos, querem ver?

Eu posso dizer:

  • Hoje eu não vou ao clube.
  • Eu não vou hoje ao clube.
  • Não vou hoje ao clube.
  • Não vou ao clube hoje.
  • Ao clube eu não vou hoje.
  • Ao clube hoje eu não vou.

É raro que uma pessoa diga os últimos exemplos, mas basta imaginar alguém com raiva enfatizando o “ao clube” , que a frase é possível.

Agora se imaginem tendo que explicar para um alemão como construir a frase em português, onde fica sujeito, verbo, advérbio de tempo, de negação…..
Difícil, não?!

Pois é, em alemão isto é fácil, fácil.

 

Vamos começar pela posição do verbo, ok?!

Para aqueles que já começaram os estudos de alemão, devem ter tido vários professores martelando que o verbo fica na posição 2. Quando eu estava na escola, não fazia ideia do que isso significava, aprendi, porque a frase soava melhor, e só fui entender isso anos mais tarde. Vamos ver se eu consigo ter mais sucesso que eles. 😉

O verbo na posição 2 – O lugar “normal do verbo”

Quando dizemos que o verbo está na posição 2 em alemão, isto quer dizer que o segundo elemento da frase será o verbo. Ou seja, se eu comecei pelo sujeito, logo vem o verbo, se comecei por uma indicação de tempo, o que segue é um verbo, se início com uma advérbio de lugar, o que segue é o verbo da oração. O verbo e como o eixo da frase, em torno dele se agrupam os elementos.
O sujeito também nunca se separa do verbo, ele está sempre ao lado do verbo, ou antecedendo ou após o mesmo.

Vamos ver alguns exemplos:

Ich gehe heute ins Kino.
S V T

 

Heute gehe ich ins Kino.
T V S

 

Am Montag fliege ich nach München.
T V S

 

Ich fliege am Montag nach München.
S V T

 

In München trinkt man Bier.
L V S
In München kann man Bier trinken.
L. V. S
T=tempo
V=verbo
S=sujeito
L=local

Notem que dizer posição 2 não significa dizer segunda palavra e sim, segundo termo.
Eu optei por não botar todas as legendas nas frases para que vocês foquem apenas no verbo (e no sujeito).
A frase básica em alemão segue a regra do

S V T
T V S

Quando eu explico isso para meus alunos mais novinhos, gosto de dizer que alemão é como um carrossel, onde o verbo é o eixo da frase. Em torno dele, vem os outros termos como os cavalos no carrossel.

Isto facilita demais a vida, porque mesmo eu não entendendo a frase, eu sei dizer onde está o verbo na oração, aí é só acrescentar o “en” ao radical o verbo (porque no dicionário não tem verbo conjugado) e ir procurar no dicionário o significado.

Um dos erros mais comuns dos nossos alunos é esquecer do verbo na segunda posição. Se vocês se enquadram nesta categoria, fica a dica de passar um tempo marcando os verbos na hora de revisar o texto. Assim vocês conseguem visualizar melhor e internalizar a lógica da língua.

Fazer uma base bem sólida da estrutura frasal também facilita a vida no futuro. Em breve, falarei sobre quando o verbo sai desse lugar “normal”.

Próximo post será dedicado a como fazer perguntas em alemão, aguardem!

Até a próxima!

Teresa 😀