Hallo Leute!

Hoje quero voltar a falar sobre um assunto que já abordamos aqui: as conjunções em alemão e a posição do verbo na frase (não leu os textos anteriores? Clique aqui)

No primeiro post sobre o assunto eu falei sobre as conjunções que não mudam a posição do verbo na frase (und, aber, oder, denn, sondern). Agora é hora de falarmos sobre as conjunções que alteram a posição do verbo na frase.

Atentem para este detalhe que faz toda a diferença: É APENAS O VERBO DA SEGUNDA POSIÇÃO QUE SE DESLOCA, O RESTO FICA IGUAL.
(Não sabe o que é verbo na segunda posição? Clique aqui)

Temos algumas conjunções que deslocam o verbo, fiquem sempre atentos quando aprenderem uma conjunção nova, aí é só ver onde que está o verbo da oração e anotar como regra.

Hoje vamos falar do: weil, dass, wenn, als

Vamos aos exemplos:

WEIL

  • Ich lerne Deutsch. Ich fahre nach Deutschland.
    Ich lerne Deutsch, weil ich nach Deutschland fahre.
  • Ich gehe nicht ins Kino. Ich muss lernen.
    Ich gehe nicht ins Kino, weil ich lernen muss.
  • Ich bin müde. Ich habe viel gearbeitet.
    Ich bin müde, weil ich viel gearbeitet habe.

DASS

  • Ich glaube das. Er kommt heute nicht.
    Ich glaube, dass er heute nicht kommt.
  • Ich finde das. Sie ist sehr nett.
    Ich finde, dass sie sehr nett ist.

WENN

  • Ich gehe nicht ins Kino. Ich muss Hausaufgaben machen.
    Ich gehe nicht ins Kino, wenn ich Hausaufgaben machen muss.

ALS

  • Ich konnte sehr gut singen. Ich war klein.
    Ich konnte sehr gut singen, als ich klein war.

Reparem bem, em todos os casos, a única coisa que alterou foi a posição do verbo, o resto permanece igual.

A regra então:

…. , conjunção …. VERBO

Essa vírgula aí depois da oração 1 é importante, viu pessoal?! Ela é um indicativo de que a oração terminou.

Tá, a regra é simples, o complicado é na hora de falar, lembrar de botar o verbo no final, ainda por cima conjugado… no início dá um nó na cabeça… mas é aí, faz como? Senta e chora??

Não gente!!! É só treinar, juro pra vocês.

Esse aspecto da estrutura da língua alemã é como uma marca de nascença, uma característica que te faz mais único, sabe?!

Lembrem-se que não adianta reclamar, porque em português é uma doideira a posição dos termos na frase, o alemão é muito mais organizado nesse sentido.

Para sair do sofrimento, dediquem um tempo a cada conjunção específica. Pensem em orações para unir, formulem as orações SEM a conjunção inicialmente.

Depois é só juntar, e deslocar o verbo da segunda oração. Falem em voz alta, anotem no caderno, repitam para os familiares, façam um poeminha e se divirtam com essa pequena loucura estrutural alemã! ; )

Em um próximo post eu conto pra vocês o que acontece quando a conjunção vai na frente da frase, ok?! São cenas do próximo capítulo, rs…

Bis bald!
Teresa